INFORMATIVO

A PARCERIA EMPRESÁRIO/CONTADOR COMO A CHAVE PARA O SUCESSO

É disto que se trata a contabilidade consultiva: garantir maior proximidade entre o contador e o empresário, e auxiliar este a tomar as decisões corretas em sua empresa; e essa proximidade, muitas vezes, pode ser a chave para o sucesso. Ter um profissional comprometido, especializado, que se empenhará e estará atento ao seu negócio, que irá te responder as perguntas: “Quais são os maiores (ou o maior) problemas que a minha empresa enfrenta?” “Qual o plano de ação para resolver esses problemas?” É a contabilidade, basicamente, a ciência responsável pela administração de sua empresa. Controle do caixa, Demonstração do Resultado do Exercício, balanço patrimonial, relatórios de faturamento, são todas tarefas desempenhadas por um contador. Nesse caso, pode não haver diferença entre as contabilidades. Mas o sucesso de um empreendimento não consiste apenas na execução dessas atividades contábeis; e sim na parceria entre contador e empresário, onde este e aquele dão pela empresa o seu melhor numa relação ganha-ganha: a prosperidade do negócio é a prosperidade de ambos.

Temos, então, que alcançar o lucro, o êxito que tanto se espera, depende de algo, muito mais simples do que se propõe a resolver a ciência da contabilidade, com suas apurações, cálculos e balancetes: a cooperação entre dois indivíduos que, embora com os mesmos objetivos, possuem propósitos diferentes. É disso, e não de outra coisa, que se trata o sucesso.

O que diferencia um contador competente de um não competente é justamente esse atendimento humanizado, que mostra ao empresário que ele não está sozinho na sua jornada. Não é simplesmente apontar o que não está saindo de acordo com o esperado em relação aos objetivos da empresa; é dar ao empresário o plano de ação para que ele possa resolvê-lo, e para isso, dispor de todas as ferramentas que a contabilidade é capaz de oferecer; é entender as dores do próprio e encontras as soluções para saná-las, e não se contentar enquanto não ver que o negócio está, por fim, caminhando na direção certa. E isso, percebam, é um diferencial que não se aprende, nem na faculdade de contabilidade nem no colégio, porque é bem mais intrínseco do que se possa imaginar. É a ânsia de examinar, sanar, cuidar, proteger a saúde da empresa, bem como um médico examina, sana, cuida e protege a saúde de seu paciente. Somos médicos, não de pessoas, não de animais, mas de empresas: eis a essência da contabilidade.

Skip to content